14 de fev de 2012

FOOTBOOK PLASTIC PARADISE - PARTE VI

E lá vamos nós (tipo a bruxa do desenho do Pica-Pau) para a penúltima parte do Footbook da coleção Plastic Paradise, que tem os sapatinhos fechados. A gente até poderia começar os festejos, mas só de lembrar que a Melissa que ilustra os fechados é a tal da Confessions me mergulha em um mar de angústia... Por quê? Por quê? Por quê? Por quêêêêêêêêêê???????


Bom, se irrita tanto é só não comprar nem olhar muito, certo?


OS SAPATOS FECHADOS (de 9:09 a 9:08)
~ Comentários do Coração ~


Confessions
Olhaí quem começa os trabalhos. O new docksides Star Sax em plástico on the block. A aposta divina. A descoberta da cura do Mal de Parkinson #todasparadetremer. Como vivemos sem esta glória até hoje? Eu sei. Porque é feio. Desnecessário. Grotesco. Também sei que tem gente que vai curtir porque é tendência, mas se o bicho tinha ficado adormecido dos anos 80 até hoje, deveria haver um motivo, né não?


Liking
Não curti na coleção passada, não curti nessa também. Acho um Oxford desajeitado e, apesar de também não ser meu estilo, a Joy é um Oxford mais bem resolvido. E olhando a imagem, a Liking tem cara (TEM CARA não é uma afirmação) de que esfola o calcanhar.


Tênis Polibolha
Não tenho muita opinião a respeito. Parece em vários aspectos um tênis Bamba (anos 80, te dedico!), que não serve para nada: nem correr, nem andar, nem pra coisa alguma. Para mim, é um tênis sem função - e o primordial do tênis, a meu ver, é a função. Então não sei (e é sincero)... *sei sim, mas não preciso externar sentimentos tão baixos* Mas podia ser pior: podia ter um rosa com biqueira marrom. Oh wait...


Joy
Oxford tradicional. A rosa com marrom é nova? A dourada craquelada é para combinar com o esmalte? Bom, parece que estamos vendo a mesma Melissa há décadas! Temos uma nova Ultragirl, imortal que não morre no final?


Union
Primeiro um Bamba, agora um Keds. Se queremos sapatos com essas caras, compraríamos uma original da marca. Ou não?


Aparentemente, com 1:30 de vídeo faltando, só devemos ter mais uma série de Melissas, as botas e abotinados, certo? Gosto das botas, as minhas queridinhas entre as Melissas são as duas Ashantis e as duas Believings. Vamos ver o que o destino nos reserva... ;-)

4 comentários:

pi disse...

Gosto da Joy. Quero uma Joy. Nem acredito que ainda não tenho uma imortal dessas. Se bem que, acredito, sim.

Heli disse...

Uma joy era tudo o que eu poderia querer numa coleção da Melissa até pouco tempo atrás. Mas já comprei alguns modelos de oxford de outras marcas. Nem faz mais falta. Ainda bem.

Adriana disse...

Pi
Eu não sou fã de Oxford, acho que não orna muito. Sem contar o timing preciso da Melissa, que lançou a primeira versão da Joy quando os Oxfords já estavam superexpostos. Talvez eles tenham aprendido com essa lição e relançaram os docksides antes deles voltarem a ser tendenssya...

Adriana disse...

Heli
Timing perfeito. Impressionante, né não?