19 de abr de 2012

CAFEZANDO

Quase 15 dias sem dar as caras.
Essas sou eu, meninas. :-(

A real é que pouca coisa nova aconteceu.
Entre as novidades, esta aqui veio morar na minha casa:

Brincadeira, gente.
A Nespresso que eu ganhei foi essa:


Agora em casa virei a louca do café.
Tinha lá uma cafeteira elétrica com jarra térmica que de térmica não tem nada. Aliás, se depararem com ela um dia desses, fujam que é truque. E por incrível que pareça, sei fazer café, mas naquelaaaaaaas... Meu café é ruim pra diabo.
Daí que ganhei a Nespresso (meu irmão comprou uma versão automática e me deu essa, que é manual - ou seja, vc controla a quantidade de café), mais um kit de degustação com cada uma das 16 cápsulas. E vou falar, nas primeiras cápsulas, que iam no olhômetro, eu tive o dom de f* o café da Nespresso. Fiquei muuuito triste com a minha incapacidade de fazer um café decente em qualquer veículo.

Então, a ideia salvadora.
Fui a uma das boutiques (ui) Nespresso e comprei um conjunto de xícaras, que vem duas pequenas e duas grandes. E foi caro, R$ 100 pelo kit com pires coloridos (sendo que pires é um treco que, para mim, só serve para acender vela quando a luz acaba). Mas caray, eu tinha GANHADO uma máquina, o que são R$ 100 em xícaras mais R$ 2,00 por cápsula por um café bom? Então a pessoa pensa o quanto de dinheiro gastou em Melissa e mandou bala.

((Nota: Gentiz, fico pensando. Se eu não tivesse comprado tanta Melissa, não teria gastado esse dinheiro em outros sapatos? Provavelmente não, né? Melissa é vício mesmo, coisa de colecionismo e talz. Blé, devia elocubrar em silêncio))

Agora, falando em Melissa.
Apesar do desencantamento, continuo usando Melissas, porque, né? Tenho ainda milhares de Melissas e poucos sapatos de outros tipos e materiais. Então ainda tenho usado bastante as danadas.
Trabalho em uma revista de arquitetura, decoração e design, e entre os amigues de
trabalho, temos um moço que é uma das pessoas mais estilosas que eu conheço, um cara com um conhecimento de design e materiais fora do comum, o que a gente sabe sobre cores, modelos e coleções de Melissa, ele sabe sobre arte e design. É impressionante mesmo.
Outro dia estávamos conversando, ele olhou minha sapatilha (Ultragirl Bamboo) e disse que era notável o efeito que a Melissa tinha conseguido nesse modelo. Tirei o sapato do pé para ele olhar a impressão de perto, e mais elogios! (fiquei bem surpresa, acho a Bamboo tão basiquinha)
Daí ele começou a falar sobre as parcerias com os arquitetos e designers famosos, acho
u a Wings horrorosa ("eu já sabia", dizia a plaquinha nas minhas mãos), as sapatilhas Campanas bem fraquinhas (!) e a Gaetano Pesce esquisita-interessante. Mas a melhor de todas, para ele, era a Zaha Hadid...


... na qual eu não colocaria meus pés porque acho feia não seguro, mas que ele me provou por meio de imagens que é uma Melissa muito coerente com o trabalho da Zaha Hadid.
Acabei de perguntar para outro jornalista-arquiteto quem ele achava que tinha criado essa Melissa e ele cravou, na hora: "Só pode ser a Zaha". Segundo ele, o gênio da Zaha está no profundo domínio sobre a engenharia e a tecnologia, e seu casamento perfeito com o design, que fica bem claro nesse modelo. Preciso falar que ele também amou essa Melissa?

E vocês, o que acham da Zaha Hadid e da Melissa dela?

PS: Isto NÃO é um publieditorial. Ganhei a Nespresso USADA do meu irmão.

12 comentários:

Carol Túrtura disse...

Sobre a brincadeirinha no começo do post...

VOCÊ É UMA FANFARRONA.

hehe

=*

Carol

http://amostraonline.blogspot.com.br/

Adriana disse...

@Carol
Mas achei a Nespresso de cristais a sua cara!!!
#muitoamor

Carol Túrtura disse...

Ah... obrigada pq é mto linda! <3

huhuhu

Lady S. Skull (Diva Alternativa) disse...

hey de discordar rsrsrs! Adoro a Wings e nunca consegui comprar. No japão, ela é uma febre pois lá as moças gostam dessas peças de design "estranhas" da Vivienne. Aliás, a Wings original em couro é uma peça lendária.
Já a Zaha, minha preferida! Nunca consegui comprar também, sumiu rápido cor e numero.
Adoraria ver ambas de novo na Melissa.

AMO café!!

Bjs

pi disse...

Não gosto da Zaha nem da Melissa dela. Mas gosto do Karim Rashid e da Melissa dele. E, eu vivo falando, Melissa só é cara porque é vício - hoje mesmo, chegaram duas aqui em casa: a Protect verde e a Joy velha de guerra - e a gente acaba comprando MUITO mais do que o necessário. Mas, em se comparando a outros sapatos, é bem em conta. Tem modelos horrorosos para meu senso comum, mas que agradam e que, querendo ou não, são peças de design. Melissa tem seu valor.
Quanto a café, receita básica de café bom e forte, feito com coador de papel: 1 copo americano simples cheio de água filtrada para cada colher de sopa-rasa de açúcar cristal - ou mascavo - para cada colher de sopa cheia de pó de café. Esquente a água até quase ferver, coe o pó e adoce na xícara. Se quiser já adoçar a água, serve também. Fica supimpa!!

Bianca Ladyhawke disse...

Bom, nesse caso eu não posso opinar porque eu detesto café, detesto mesmo... tomo 2x na semana, quando levanto as 5 e algo pra dar aula as 7 e tenho que ficar acordada. O pior é que mesmo misturando com leite o tal café quase faz o caminho de volta (que vergonha...) e isso que eu sou uma pessoa que come quase qualquer coisa.
E o mais estranho ainda é que eu amo um Capuccino, principalmente o 3 corações, que disfarça bem o gosto do café... =)

Sandra Régia disse...

Tenho uma Nespresso automatica, AMO MUITO! Quanto a Zaha, tenho uma, acho bastante estilosa, mas muito desconfortavel...

Adriana disse...

@Lady
Não tenho jeito de achar a Wings bonita! Com tudo que andei lendo e vendo sobre a Zaha, até engulo o modelito dela melhor, mas essa Wings da Vivienne... =/

Adriana disse...

Pi
Vou ver o que os arquitetos jornalistas me dizem sobre o Karim Hashid!
Para mim, a Karim Hashid é convite para desastre ecológico!
Bjs!

Adriana disse...

@Bianca
Eu amo café mas to com medo de testar a receita da pi, corro o risco de cagar tudo... Sou fail. :-(
Bjs!

Adriana disse...

@Sandra
O povo aqui acha q eu deveria ter uma Zaha, mas a informação de q ela é desconfortável é mto valiosa para contra argumentar!
Bjs!

Sandra Régia disse...

Aqueles cortes acabam com meus dedos e a pirangagem na palmilha (a palmilha eh menor que o pe, sobra pe nos lados) faz com que passar muito tempo com ela seja uma tortura, pelo menos pra mim.